ALIMENTAÇÃO

10/12/2015 12:04

Aminoácidos, proteínas, carboidratos, gorduras e vitaminas

Fonte: Silva, Sandro do Nascimento Bioquímica / Sandro do Nascimento Silva, Carlos Roberto Rosa e Silva. – Recife: EDUFRPE, 2010.

 

A seguir, você vai compreender a importância de cada biomolécula nas reações químicas, pode-se entender como elas são necessárias à nossa alimentação, uma vez que a falta de uma delas na nossa dieta acarreta dificuldade em uma série de processos biológicos. Sabendo que os alimentos são fontes riquíssimas dessas moléculas, por isso as estudaremos na nossa disciplina.

 

• Aminoácidos e proteínas: caso faltem esses itens na alimentação, ocorrerá deficiência em praticamente todos os processos biológicos, uma vez que as proteínas estão presentes em todos os tecidos e em todos os sistemas. Esses alimentos são encontrados principalmente nas carnes (brancas e vermelhas), ovos, leites (e seus derivados). Um exemplo é a anemia, que se caracteriza pela falta ou má formação de moléculas de hemoglobina, uma proteína presente no sangue, responsável por levar oxigênio até as células. Cada grama de proteína apresenta cerca de 4 kcal.

 

As principais funções das proteínas

- Construção de novos tecidos do corpo humano.

-  Atuam no transporte de substâncias como, por exemplo, o oxigênio.

- Atuam no sistema de defesa do organismo, neutralizando e combatendo vírus, bactérias e outros elementos estranhos. Vale lembrar que os anticorpos são compostos por proteínas.

- Agem como catalizadoras de reações químicas que ocorrem no organismo dos seres humanos. As enzimas exercem esta importante função.

- Estão presentes na composição de vários fluídos produzidos pelo corpo como, por exemplo, leite materno, esperma e muco.

- Presentes nos alimentos, quando ingeridas, fornecem energia para o corpo humano.

- As proteínas estruturais (tubulina, por exemplo) são responsáveis por dar resistência e elasticidade aos tecidos.

- Atuam na regulação de hormônios.

- As proteínas encontradas na membrana plasmática atuam como receptoras, emitindo sinais para que a célula possa desempenhar suas funções vitais.

Fonte: http://www.todabiologia.com/saude/funcoes_proteinas.htm

 

• Carboidratos: nos seres humanos têm função energética, portanto, a falta de carboidratos na alimentação de uma pessoa pode ser motivo de fraqueza. Cada grama de carboidrato apresenta cerca de 4 kcal. Um caso mais específico é a glucose, um carboidrato muito conhecido, cujo excesso no organismo pode desencadear uma série de reações que vão terminar na autodestruição do próprio organismo, essa doença é  chamada  de  diabetes  e  tem  sido  muito  estudada na ciência moderna.

 

Os carboidratos não têm como única função a de fornecer energia para o corpo. Esta é a principal, mas existem outras:

  • Poupar a queima de proteínas com finalidade energética;
  • Auxiliar a oxidação mais eficiente e completa de gorduras com finalidade energética;
  • A glicose é o principal combustível para o cérebro. A falta deste nutriente pode causar danos irreversíveis ao cérebro, pois é ela que irá manter a integridade funcional dos tecidos nervosos.
  • Auxiliar na absorção do cálcio;
  • A lactose (dissacarídeo) permanece mais tempo nos intestinos, estimulando a ação laxativa.

Os carboidratos podem ser divididos em dois grupos: carboidratos simples e complexos:

  • Carboidratos Simples - são mais facilmente quebrados no processo digestivo e assim, fornecem energia imediata. São encontrados em frutas e sucos, mas dificultam a perda de peso, pois, como são digeridos rapidamente pelo organismo, eles fazem com que os níveis de açúcar no sangue aumentem rapidamente, ocorrendo assim, a liberação da insulina que consegue colocar os carboidratos para dentro das células de gordura e músculos. Essa liberação de insulina previne que o corpo utilize a gordura armazenada por causa do excesso de açúcar presente no sangue, dificultando a perda de gordura.
  • Carboidratos Complexos - são mais lentamente digeridos, evitando assim, as grandes elevações e queda dos níveis glicêmicos. São eles: arroz, aveia, feijão, massas, batata, milho, pão... Mas tome cuidado para não exagerar!!! O consumo de carboidratos complexos não pode ultrapassar de 60% das calorias totais ingeridas, ou o feitiço acaba virando contra o feiticeiro! 
     

• Gorduras: possuem a função de armazenar energia que fica de reserva no organismo. O maior problema doa lipídeos é o caso de excesso na alimentação, o que pode trazer complicações como aterosclerose, enfarte, acidente vascular cerebral, hipertensão. São encontrados em óleios, manteigas, margarinas, amêndoas, castanhas. Além dos problemas de saúde decorrentes do acúmulo de gordura no tecido adiposo que podem causar obesidade mórbida.

 

• Vitaminas: são pequenas moléculas auxiliadoras de reações químicas, a falta delas pode implicar o não funcionamento de muitas enzimas, sendo essas as moléculas responsáveis por tornarem possível todas as reações químicas dentro de um ser vivo, a falta de uma vitamina pode significar o não funcionamento de muitas reações químicas, como por exemplo, as que tornam possível a sua respiração ou mesmo as enzimas que digerem o alimento para que ele possa entrar no seu organismo.

 

• Ácidos nucleicos: Essas moléculas são responsáveis por manter intacto o material genético na forma de genes organizados em grandes aglomerados chamados de cromossomos. Os ácidos nucleicos, conhecidos assim por se encontrarem, na maioria das vezes, no núcleo das células, são o DNA (ácido desoxirribonucleico) e o RNA (ácido ribonucleico), o primeiro é encarregado de guardar o material dentro do núcleo da célula, o segundo é encarregado de transmitir essas informações e torná-las funcionais, como na produção de proteínas.

 

Observações e comentários gerais: Processos biológicos são todas as reações químicas que ocorrem dentro de um ser vivo visando sua sobrevivência. Hormônios, enzimas e anticorpos também são exemplos de classes de proteínas que têm função primordial no sistema em que atuam. Na natureza, os carboidratos podem assumir muitas outras funções, como a estrutural. São eles que formam a carapaça de animais como o camarão, os insetos e o caranguejo. A arteriosclerose é o entupimento dos vasos sanguíneo por gordura depositada dentro dos vasos. Também pode ser um fator do diabetes. Existem vários tipos de vitaminas e todas têm uma função em particular no organismo, da mesma forma cada vitamina irá desencadear um quadro clínico diferente em caso de falta na alimentação.

 

Balanço energético

O estado nutricional, no plano físico e biológico resulta do equilíbrio entre consumo alimentar e gasto energético do organismo. Esse gasto refere-se à utilização dos alimentos pelo organismo para suprir as suas necessidades nutricionais e está relacionado ao estado de saúde e à capacidade de utilização dos nutrientes fornecidos pela alimentação.

As necessidades nutricionais de energia variam em função da idade, do sexo, do estado de saúde e do estado fisiológico, nível de atividade física dos indivíduos e número de horas de trabalho.

Para um adequado estado nutricional, no que se refere à energia, o consumo alimentar deve estar em perfeito equilíbrio com o gasto da energia do organismo, usada para manter as funções vitais e nas atividades físicas diárias.

  As pessoas em equilíbrio energético não ganham nem perdem peso; é o que se denomina “balanço energético”:

− O balanço energético é o equilíbrio obtido a partir do total de energia ingerida e o total de energia gasta pelo organismo em suas atividades diárias.

− Caloria (kcal) é a unidade de medida da energia gasta pelo corpo humano em suas atividades metabólicas e físicas e do teor de energia encontrado nos alimentos (proteínas e carboidratos = 4 kcal/g; gorduras = 9kcal/g).

− Vitaminas, sais minerais e água não fornecem energia.

Se a alimentação fornece mais energia do que é requerido pelo organismo, a energia excedente é acumulada na forma de gordura corporal.

Isso significa que, se a pessoa não ingerir menos alimentos ou não aumentar a atividade física, irá ganhar peso, principalmente pelo acúmulo de gordura, o que poderá levar ao sobrepeso ou à obesidade, ao longo do tempo.

Os homens brasileiros, em média, alcançam balanço energético com cerca de 2.400 calorias por dia; as mulheres, com cerca de 1.800 ou 2.200 calorias por dia. A média de 2.000 calorias atende também às necessidades de energia das pessoas mais jovens.

Por exemplo: - as mulheres pequenas e inativas, para manter o balanço energético, devem consumir um volume de alimentos menor por porções recomendadas para cada grupo de alimentos, principalmente relacionando os alimentos mais calóricos como os doces e as gorduras, se comparadas aos homens de mesma idade e nível de atividade física.

 

Balanço energético positivo: o consumo de calorias é superior a demanda energética. Por exemplo, a pessoa ingere mais calorias com alimentos do que ela gasta com as atividades diárias.

Balanço energético negativo: o consumo de calorias é inferior a demanda energética. Por exemplo, a pessoa ingere menos calorias provenientes de alimentos do que ela gasta com as atividades diárias.

 

Exercício

1 - Qual a função das proteínas, dos carboidratos e das gorduras no organismo do ser humano?

2 - Os carboidratos são divididos em dois grupo. Quais são eles? Explique-os.

3 - Qual a consequência da falta de vitaminas para o organismo humano?

4 - Quais são os tipos de balanços energéticos? Explique-os.

5 - Qual o balanço energético mais indicado para a perca de peso corporal? Por quê?